Como desenvolver o hábito de estudar?

Confira 10 dicas para facilitar o momento de aprendizado

0
249
Hábito de estudos
Como desenvolver o amor pelo estudo

Que o estudo proporciona um maior conhecimento sobre determinado assunto todo mundo sabe. Contudo, você já parou para pensar que, além de aumentar o rendimento escolar, a prática de estudar faz com que o estudante aprenda a ter responsabilidade e disciplina, a cumprir metas, regras e horários, além de desenvolver métodos próprios de organização, sendo fundamental não apenas para o sucesso acadêmico, mas para a vida toda?

Internalizando a importância do estudo

Ao incorporar os estudos à rotina diária, o cérebro passa a executar a atividade de forma natural, como um comportamento comum, tornando a dedicação para aprender menos custosa, além de desenvolver o gosto pelo aprendizado. Por isso, estudar é um hábito que deve ser cultivado desde a infância.

Após encarar os estudos como algo prazeroso e enriquecedor, a criança se acostuma a buscar conhecimento por si só.

A escola deve incentivar o hábito de estudos desde cedo, orientando os alunos e as famílias sobre o que e como estudar, além de auxiliar na busca de estratégias de organização que tornem a tarefa fluida e interessante.

Como desenvolver o hábito de estudar?

Para professora Domus Aurea Silva, coordenadora do Ensino Fundamental – Anos Iniciais do Centro de Inovação Pedagógica, Pesquisa E Desenvolvimento do Colégio Positivo (CIPP), o hábito de estudo se faz além dos espaços escolares, na construção de uma rotina equilibrada entre os compromissos pessoais e as exigências da vida estudantil:

“oportunizar material de estudo paralelo às atividades de sala de aula é uma ferramenta para estimular os estudantes a criarem esse hábito, por meio de tarefas de casa diárias, livros indicados e orientações aos alunos e às famílias de como podem contribuir neste processo”, comenta.
Domus Aurea
Coordenadora do Ensino Fundamental - Anos Iniciais do CIPP do Colégio Positivo

A professora Raquel Boff, coordenadora do Ensino Fundamental – Anos Finais do Centro de Inovação Pedagógica, Pesquisa E Desenvolvimento do Colégio Positivo (CIPP), complementa que o papel da escola é, desde o início, estimular a curiosidade, a leitura e a descoberta:

“As tarefas de casa, os livros literários cujas leituras são indicadas e os trabalhos escolares são elementos que auxiliam na constituição de uma rotina, muito necessária para a consolidação do estudo. Estudar fora do âmbito escolar de forma estruturada mantém um ritmo muito saudável para a vida acadêmica e é uma prática que deve ser estimulada desde cedo, sempre se adequando à faixa etária”.
Raquel Boff
Coordenadora do Ensino Fundamental - Anos Finais do CIPP do Colégio Positivo

Nesse contexto, o hábito de estudos deve ser incentivado constantemente.

Dicas para otimizar o aprendizado

Na Educação Infantil:

1- Desenvolva a paixão por aprender: estimule a curiosidade, deixe a criança fazer perguntas e busquem juntos as possibilidades de respostas (se necessário). Um bom hábito de estudo ao longo da vida nasce de uma infância que despertou o indivíduo para o prazer em aprender, de espantar-se com as descobertas e de compartilhar suas aprendizagens.

2- Incentive a leitura de livros: a leitura estimula a criatividade e a imaginação, contribui para ampliação do vocabulário, auxilia no desenvolvimento emocional e desperta o gosto pelas diferentes literaturas.

3- Brinque com diferentes tipos de jogos: eles ajudam no aprendizado e na elaboração de estratégias, estimulando o raciocínio, as diferentes linguagens e o desenvolvimento cognitivo da criança. Aqui vale proporcionar desde os jogos tradicionais aos educativos.

No Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Anos Finais, é importante que se faça:

4- Organização do espaço: escolha um lugar tranquilo. O ambiente deve estar limpo e organizado. Guarde objetos que não estejam em uso e deixe ao alcance o que for ser utilizado. O estudo é mais produtivo se tudo estiver no lugar adequado.

5- Organização do tempo: exclua distrações como jogos, redes sociais e TV. Estabeleça horários de estudo e mantenha uma rotina registrando os compromissos e tarefas. Ferramentas como quadros de estudos ou planner podem ser úteis na hora de se organizar.

6- Quanto antes, melhor: comece a estudar desde o início do ano letivo, para que não haja sobrecarga ao final do bimestre.

No Ensino Médio, além de seguir as dicas para o Ensino Fundamental, devido à rotina de estudos que se intensifica, o estudante deve saber:

7- Um pouco todos os dias: dedicar, diariamente, no mínimo, duas horas e meia por dia para revisão das matérias dadas em sala de aula naquele dia, realização das tarefas e estudos complementares, eliminação de dúvidas pendentes e dedicação às leituras obrigatórias do bimestre.

8- Faça pausas regulares: as pausas são necessárias para que o estudante aproveite melhor seu poder de concentração. Recomenda-se que a cada 30 minutos de estudo exista uma pausa de 5 minutos. A pausa deve ser utilizada para o estudante se movimentar, caminhar um pouco, fazer um alongamento básico, comer uma fruta, ir ao banheiro etc.

9- Cuidado com a autossabotagem: não é recomendável que se utilizem as pausas para conversar nas redes sociais ou jogar videogame, por exemplo. Essa atitude causa distração, interrompe o foco e o estudante acaba demorando mais para retomar o estudo ou perdendo a vontade de estudar.

Para todos os segmentos:

10 – Mantenha hábitos saudáveis: durma bem*, se alimente, beba água, faça exercícios físicos e descanse o suficiente para que o corpo recarregue as energias e fique bem-disposto para as horas de estudo.

* Crianças de 1 a 5 anos precisam de 10 a 14 horas de sono; de nove a 11 horas para quem tem de 6 a 13 anos; e de oito a 10 horas para quem tem de 14 a 17 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here